A conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, a membrana transparente que reveste o interior da pálpebra e parte do globo ocular. É uma patologia comum, contagiosa mas que, regra geral, não provoca problemas de visão. É comum surgir em simultâneo com constipações ou crises alérgicas.

 

Causas da Conjuntivite

A conjuntivite pode ser causada por:

Infeção – Inflamação provocada por vírus ou bactéria, em regra, associada a outras infeções como a gripe ou constipação. A infeção bacteriana é mais comum na infância.

Alergia ou irritação – Reação adversa a agentes externos presentes no ar (pó, pólen ou fumo), a químicos (cloro das piscinas, cosméticos) a lentes de contacto ou outras substâncias após contacto com os olhos.

Problemas estruturais – Alguns casos de conjuntivite podem ter origem na orientação anómala da pálpebra (virada para dentro ou para fora) ou problemas no canal lacrimal. Nos bebés pode surgir devido à obstrução do canal lacrimal.

 

Sintomas da Conjuntivite

  • Ardor ou sensação de picada.
  • Vermelhidão.
  • Olhos lacrimejantes.
  • Secreções aquosas (infeção viral) ou mais amareladas (infeção bacteriana).
    Podem afetar um ou ambos os olhos e acumular-se durante a noite, dificultando o abrir dos olhos ao acordar.
  • Sensibilidade à luz.
conjuntivite

Olho com conjuntivite.

 

 

 

 

 

 

 

 

Tratamento da Conjuntivite

A conjuntivite não representa um risco acrescido, contudo alguns dos seus sintomas – vermelhidão, irritação do olho – coincidem com outras patologias mais graves como a uveíte ou o glaucoma. A consulta médica é indicada se a irritação ocular persiste por mais de dois dias. O diagnóstico é feito mediante observação clínica e, em certos casos mais graves, a recolha de secreções para análise.

O tratamento da conjuntivite, estipulado pelo seu médico assistente, depende das suas características. O uso de antibióticos ou medicamentos tópicos que contenham antibiótico destina-se a casos de origem bacteriana. Se a causa for alérgica pode recorrer-se a anti-histamínicos. No caso da conjuntivite viral o tratamento consiste na limpeza e hidratação do olho e alívio de sintomas até que o vírus desapareça por si, cerca de duas a três semanas depois. Caso a infeção viral se deva a herpes pode estar indicada a toma de medicamentos.

Durante um episódio de conjuntivite é aconselhável suspender o uso de lentes de contacto, pois podem agravar a irritação no olho. A limpeza do olho afectado e o cuidado de evitar que a mão ou toalha entre em contacto com o olho saudável é importante para minimizar o contágio.

O uso de gotas e colírios deve ser feito após indicação médica, e geralmente deve tratar-se ambos os olhos.

 

Artigo revisto e validado pelo especialista em Medicina Geral e Familiar José Ramos Osório.
Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.
Precisa de ajuda? Nós
ligamos
grátis!