Seguro de saúde, Plano de Saúde, Cartão de Saúde, Cartão de Medicina Dentária, Cartão Dentário, Plano Saúde Oral

AdvanceCare | Transplante capilar

Transplante capilar

Solução de restauro capilar por excelência, o transplante capilar é o tratamento definitivo para problemas como a calvície. Destina-se a devolver a harmonia capilar a zonas que já estão completamente calvas ou cuja densidade capilar apresenta uma franca diminuição.

Esta solução é muito utilizada em casos de alopecia androgenética (calvície), de alopécia por tração ou de alopécia cicatricial, quando os danos registados já não permitem a simples estimulação folicular. Os objetivos são definidos em função da situação de cada paciente e da área a tratar. O transplante capilar é feito com recurso a folículos do próprio paciente, posteriormente implantados na zona a tratar.

O transplante capilar FUE

O transplante capilar com a técnica FUE (Folicular Unit Extraction) é uma das mais recentes novidades na área do restauro capilar, reconhecida a nível mundial pelos seus resultados. Permite corrigir de forma natural e definitiva, zonas totalmente calvas ou cuja densidade capilar está significativamente reduzida.

Os folículos usados no transplante capilar são retirados do couro cabeludo da própria pessoa, garantindo um efeito natural e um risco mínimo de rejeição. Após avaliação do paciente, da realização de exames hematológicos, da identificação da zona dadora e da área recetora, dá-se início ao transplante capilar. Numa primeira fase, após anestesia local, é feita a seleção dos folículos da zona dadora, seguindo-se a extração e a classificação de cada um deles, segundo vários critérios como a viabilidade ou o tipo (ou seja, número de fios que produzem). Por exemplo, para redefinir a linha fisionómica capilar aplicam-se os folículos de 1 cabelo, enquanto que os que produzem 2 ou 3 são mais usados para densidade capilar. A etapa seguinte consiste na implantação do folículo, através de uma pequena incisão que simula a abertura de um poro. Este procedimento é repetido para cada folículo até ser concluido o restauro capilar de toda a zona pré-definida. Dr. Carlos Portinha – Saúde Viável

Para além do resultado natural, com este método o risco de rejeição do implante é mínimo ou inexistente, uma vez que o paciente é o próprio dador. É um procedimento que requer anestesia local, mas não traz qualquer desconforto para o paciente. Uma vez implantados os folículos, o cabelo irá crescer ao seu ritmo natural (cerca de 1 centímetro por mês). Fique a conhecer melhor o transplante FUE que a AdvanceCare coloca ao seu dispor:

Transplante capilar FUE
Complemento Artas®

As etapas do transplante – extração, contagem, análise, avaliação e implantação dos folículos na zona a tratar – são realizadas por um médico ou enfermeiro de forma minuciosa. Manualmente, o técnico de saúde vai retirar de forma aleatória cada folículo, usando instrumentos micrométricos específicos. De seguida, os folículos são contabilizados e classificados por tipo e estado para avaliar a sua viabilidade. Uma vez seriados e preservados inicia-se a fase de implantação. Este tipo de transplante permite recuperar a linha fisionómica capilar perdida de forma duradoura e numa só sessão. É também com o intuito de reduzir o tempo de todo este processo, que o nosso transplante FUE pode ser complementado pela mais moderna e sofisticada tecnologia de transplante capilar, o equipamento robotizado Artas® .


Complemento Artas®

Rapidez: A técnica é realizada numa única sessão e a recuperação é muito célere: em 3 dias o paciente retoma a sua rotina. Logo após a intervenção é possível ver o resultado da distribuição dos cabelos transplantados.

Precisão: A seleção dos folículos capilares com maior qualidade para transplante e o procedimento de extração são potenciados pela tecnologia avançada em imagiologia digital, pelos algoritmos inteligentes e pela precisão dos movimentos robotizados. Permite atingir a harmonia perfeita entre cabelo natural e transplantado.

Fiabilidade: O equipamento robotizado garante segurança, consistência e eficácia ao longo de todo o procedimento, minimizando os riscos de erro humano e garantindo um resultado sem marcas no couro cabeludo.​

 
FAQS

Qual é a duração do processo de transplante?


O processo de transplante capilar tem a duração média de 7 horas.


É necessário rapar o cabelo para ser feito o transplante capilar?

Não é necessário rapar totalmente o cabelo, no entanto ao ser rapado todo o cabelo, o processo de transplante será mais ágil e fácil.

Como é identificada a área dadora e a área recetora?

Regra geral, a área dadora de folículos é delimitada pela zona occipital (zona atrás da nuca), parietal (zona em cima da nuca) e temporal (zona atrás da orelha), enquanto área recetora se situa na zona frontal, topo ou coroa (padrão comum na calvície, por exemplo).

Este tipo de microcirurgia deixa algum tipo de marcas/cicatrizes visíveis?

O transplante capilar FUE não deixa qualquer cicatriz visível.

Quais os efeitos secundários de se fazer um transplante capilar?

Os efeitos secundários de um transplante capilar poderão manifestar-se das seguintes formas:

• Inchaço da cabeça e dos olhos, devido à drenagem da anestesia. Este efeito poderá ocorrer se não forem adotados os cuidados adequados após o transplante.

• Cabeça avermelhada, no entanto, após 1 semana a vermelhidão desaparecerá.

• A cicatrização dos poros dos folículos vai gerar uma crosta que ao final de 1 semana desaparecerá com a lavagem cuidada do couro cabeludo.


Existem fatores externos e/ou fisiológicos que influenciem o sucesso do transplante?

O não cumprimento dos cuidados prescritos após tratamento ou a existência de alguma patologia não comunicada na entrevista de diagnóstico poderá potenciar o risco de inflamação e foliculites, além de influenciar o sucesso do tratamento.

Quais os principais cuidados a ter após o transplante?

Nos 3 dias que se seguem ao transplante capilar:

• O cabelo não pode ser lavado, devendo apenas ser hidratado com soro fisiológico.
• A área transplantada deve ficar a descoberto, evitando-se (embora não seja proibido) o uso de lenços e chapéus.
• A exposição solar deve ser evitada.

No entanto, os cuidados podem ser ajustados de acordo com as condições de cada paciente.

Está prevista a realização de alguma consulta após o transplante?

Sim, estão previstas 4 consultas de avaliação, já incluídas no preço do transplante.

O cabelo transplantado volta a cair?

Maioritariamente o cabelo transplantado cai passado 1 mês, sendo depois iniciado um novo ciclo capilar durante o qual irão nascer novos folículos.

Existe alguma diferença entre um cabelo e um folículo?

Sim, o cabelo humano emerge do couro cabeludo em grupos designados por unidades foliculares ou simplesmente folículos. Assim, cada unidade folicular pode conter um só fio de cabelo ou conjuntos de dois, três ou mais fios de cabelo. Esta distinção é importante pois num transplante capilar FUE o número de cabelos transplantados corresponderá aproximadamente ao dobro dos folículos utilizados.

Qual o preço do transplante?

O preço do transplante FUE varia em função da complexidade do procedimento.

Transplante Capilar FUE Simples: 3700 euros
Transplante Capilar FUE Duplo: 5700 euros


Como devo proceder para adquirir o transplante?

Para adquirir qualquer um dos transplantes que a AdvanceCare disponibiliza deverá, em primeiro lugar, comprar a consulta de diagnóstico na nossa loja online.

Só depois de realizado o diagnóstico e mediante recomendação do médico é que poderá adquirir o transplante indicado para o seu caso.

A AdvanceCare tem ao seu dispor um consultor que o acompanhará ao longo de todo este processo, desde a compra do diagnóstico até à aquisição do tratamento indicado pela Clínica Saúde Viável. Contacte-nos através do 707 100 005 ou do 21 019 28 16.

Onde deverá ser efetuada a compra do transplante? Através da AdvanceCare ou diretamente com a Clínica?

A compra deverá ser efetuada na loja online da AdvanceCare. Só deste modo poderá usufruir dos valores convencionados com a Clínica Saúde Viável. Uma vez efetuada a compra, irá receber o seu voucher, devendo apresentar o mesmo na clínica para iniciar o tratamento.