AdvanceCare | Colite Nervosa

Colite Nervosa

Também denominada colite espástica, cólon irritável ou doença funcional do intestino, é uma perturbação crónica e motora do intestino que é caracterizada por contrações musculares muito fortes e irregulares.

Na colite nervosa, o tecido muscular do intestino é mais sensível, tornando-se extremamente vulnerável a estímulos habituais, como ingerir certos alimentos, stresse e ansiedade.

A disfunção muscular pode provocar obstipação ou, pelo contrário, aceleração no movimento intestinal, alterando a frequência, a forma ou a consistência das fezes. Estima-se que afeta 15% dos portugueses.

Causas de Colite Nervosa

A colite nervosa é uma perturbação funcional que afeta, sobretudo, adultos com menos de 50 anos e jovens, com maior incidência entre o sexo feminino. Não existem causas orgânicas cientificamente comprovadas. Acredita-se que os sintomas sejam desencadeados pelo aumento da sensibilidade à passagem das matérias e pelo funcionamento anormal do intestino perante os seguintes fatores:

  • Stress psicológico e ansiedade.
  • Ingestão de gorduras, leite e derivados, café, álcool, refrigerantes e alimentos pesados ou muito condimentados.
  • Infeções agudas e crónicas, incluindo infeções alimentares.

Sintomas de Colite Nervosa

  • Digestões difíceis
  • Ardor no estômago.
  • Náuseas.
  • Cólicas ou dores espasmódicas recorrentes no baixo-abdómen, com ou sem diarreia e obstipação ou episódios intermitentes de ambas as situações.
  •  Sensação de distensão intestinal, gases e barriga inchada.
  • Geralmente, as dores abdominais acontecem após a ingestão de alimentos e são aliviadas ao defecar ou libertar os gases.
  • Existência de mucosidade nas fezes.

Tratamento de Colite Nervosa

A colite nervosa ou síndrome do colon irritável é uma doença crónica. Não tem qualquer tratamento específico. A maior parte das pessoas aprende a conviver com o problema, a evitar a ingestão de certos alimentos e a contornar situações de ansiedade que podem provocar algumas crises de contrações musculares do intestino. Para amenizar os sintomas, o médico poderá recomendar:

colite nervosa

Imagem do intestino, órgão alvo da colite nervosa

  • Repouso, evitar o stress e a praticar exercício físico regular.
  • Eliminar o consumo de bebidas gaseificadas, café, álcool, tabaco, gorduras, leite e derivados.
  • Seguir uma dieta rica em fibras e alimentos frescos para aliviar os sintomas. Em algumas situações, podem ser complementados com suplementos de fibra. Para evitar episódios de colite nervosa, pode ajudar ingerir diariamente quatro a oito colheres de farelo de trigo.
  • Em alguns casos, poderá ser necessária a prescrição de laxantes ou antidiarreicos.
  • Se as situações de stress se tornarem incontroláveis e forem limitadoras no dia a dia, poderão também ser administrados antidepressivos e ansiolíticos.

 

Artigo revisto e validado pelo especialista em Medicina Geral e Familiar José Ramos Osório.

 

Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.