AdvanceCare | Refluxo Gastroesofágico

Refluxo Gastroesofágico

A doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) acontece quando se dá a passagem do conteúdo gástrico para o esófago. É um fenómeno frequente, na maioria dos adultos, ocorre regularmente após as refeições e em pequena quantidade.

O refluxo torna-se patológico quando, pela sua intensidade, frequência ou causa, é suscetível de desencadear sintomas ou provocar lesões na mucosa esofágica (revestimento interior das paredes do esófago).

A Doença de Refluxo Gastroesofágico (ou esofagite de refluxo) é uma situação frequente,. Na maioria dos casos trata-se de uma afeção benigna, facilmente controlável com terapêutica médica associada a medidas gerais.

 

Causas de Refluxo Gastroesofágico

A esofagite de refluxo resulta de um desequilíbrio entre os fatores de defesa e os fatores de agressão da mucosa esofágica. Alguns destes fatores são:

Refluxo Gastroesofágico

Estômago e do esfíncter (músculo) gastroesofágico, onde ocorre o refluxo (refluxo do estômago para o esófago)

 

  • Alimentos ácidos (tomate, citrinos, chocolate, bebidas com cafeína).
  • Tabaco.
  • Alguns medicamentos.
  • Refluxo biliar.
  • Hérnia do hiato – situação em que uma porção do estômago passa, através do diafragma para a cavidade torácica.
  • Aumento da Pressão intra-abdominal (devido a fatores s como tosse, obesidade, obstipação, gravidez).

 

 

 

 

 

Sintomas de Refluxo Gastroesofágico

  • Azia – sensação de queimadura no peito, com irradiação em direção ao pescoço, que ocorre menos de uma hora após as refeições (tende a agravar-se na posição deitado).
  • Regurgitação – situação em que os alimentos voltam à boca.
  • Dor e dificuldade na deglutição.
  • Dor torácica (na região retroesternal).
  • Tosse.
  • Falta de ar.
  • Rouquidão.
  • Dores de ouvidos.

Pode haver complicações como:

  • Úlceras esofágicas.
  • Estenose (estreitamentos) do esófago.
  • Anemia.
  • Carência de ferro.
  • Transformação da mucosa esofágica em mucosa com revestimento de tipo intestinal (Esófago de Barrett).

 

Tratamento De Refluxo Gastroesofágico

O diagnóstico do refluxo gastroesofágico é realizado mediante os sintomas referidos pelo doente.

Pode ser necessário realizar exames, como:

  • Endoscopia Digestiva Alta.
  • Radiografia do esófago, estômago e duodeno.
  • PH metria de 24 horas (medição da acidez do estômago durante 24 horas).

O tratamento pode exigir:

  • Medicação que inibe a secreção ácida do estômago, através de bomba de protões – omeprazole, pantoprazole, rabeprazole e esomeprazole.
  • Cirurgia anti-refluxo, através de laparoscopia.

Algumas medidas ajudam a evitar o refluxo gastroesofágico:

  • Fazer refeições ligeiras.
  • Evitar alimentos ácidos, álcool e cafeína.
  • Evitar ingerir alimentos entre 2 a 3 horas antes da hora de deitar.
  • Não usar roupa apertada.
  • Manter o peso adequado.
  • Não fumar.
  • Levantar a cabeceira da cama.

 

Artigo revisto e validado pelo especialista em Medicina Geral e Familiar José Ramos Osório.

 

Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.