AdvanceCare | Toxoplasmose

Toxoplasmose

O que é a toxoplasmose

É uma doença infeciosa causada pelo protozoário parasita toxoplasma gondii. Geralmente, a infeção por este parasita no ser humano não é grave, no caso da toxoplasmose linfática ligeira. Contudo, pode suscitar perigo em doentes com imunidade reduzida e durante a gravidez, uma vez que os quistos do toxoplasma podem passar da mãe para o feto, comprometendo a gravidez e causando toxoplasmose congénita no bebé, podendo resultar em malformações genéticas.

A toxoplasmose pode ser dividida em quatro grupos:

  • Linfática ligeira: provoca inflamação leve dos gânglios linfáticos do pescoço e das axilas.
  • Crónica: causa inflamação no interior do olho.
  • Aguda disseminada: ocorre em pessoas com imunidade reduzida, como portadores de VIH/SIDA e outras doenças imunodepressoras.
  • Congénita: transmitida da gestante para o bebé durante a gravidez. Provoca graves anomalias fetais, lesões fetais ou morte da criança.

 

Causas

O protozoário da toxoplasmose é muito vulgar na natureza e pode causar infeção em grande número de mamíferos e pássaros, sobretudo, gatos. No homem pode afetar o cérebro, pulmões, olhos e fígado. A doença não é transmissível de pessoa para pessoa, exceto da mãe para o feto.

  • Ingestão de alimentos contaminados, geralmente, através das fezes de gatos.
  • As grávidas podem infetar-se ao manusear os recipientes dos dejetos dos gatos ou outro material contaminado com fezes deste animal.
  • Consumo de carne mal cozida contendo quistos de Toxoplasma gondii, como borrego, porco ou carne bovina. Legumes frescos mal lavados também podem conter este parasita.
  • Por transmissão intrauterina da gestante contaminada para o feto (vertical).
  • Por transplante de órgãos contaminados, transfusão de sangue ou manuseamento acidental de materiais contaminados em doentes com insuficiência imunológica. Estes casos são muito raros, uma vez que os tecidos são analisados previamente.

 

Sintomas

Os sintomas variam de acordo com o tipo e o meio de infeção da doença. Existem três níveis de gravidade distintos:

  • Em pessoas saudáveis:
    • Gânglios linfáticos aumentados na cabeça e no pescoço.
    • Dor de cabeça.
    • Mal-estar ligeiro e febre.
    • Dor muscular.
    • Dor de garganta.
  • Em pacientes imunodeprimidos:
    • Confusão mental.
    • Febre.
    • Cefaleia (dor de cabeça).
    • Inflamação da retina que provoca visão turva.
    • Convulsões.
  • Em casos de toxoplasmose congénita (crianças infetadas in útero)
    • Inflamação dos olhos que pode levar à cegueira.
    • Icterícia intensa.
    • Convulsões.
    • Equimoses (nódoas negras).
    • Cabeça muito grande ou demasiado pequena.
    • Atraso mental grave.
toxoplasmose

Protozoário parasita toxoplasma gondii, responsável pela infeção Toxoplasmose.

 

Tratamento

A melhor forma de controlo da doença é evitar o contacto com os agentes infeciosos, como terra, dejetos de gatos e alimentos contaminados. O uso de antibióticos apenas é, geralmente, aplicável em mulheres grávidas ou que pretendam engravidar, doentes com imunidade reduzida e crianças com toxoplasmose congénita.

Artigo revisto e validado pela especialista em Medicina Geral e Familiar Isabel Braizinha.
Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.