AdvanceCare | Pele bonita em qualquer idade

Pele bonita em qualquer idade

A pele é o maior órgão do corpo e um escudo protetor por excelência, mas para que a sua missão se cumpra sempre com sucesso precisa de ajuda. Saiba como tratar da sua pele e quais os cuidados adequados para cada idade.

Tal como o resto do organismo, também a pele acusa os sinais do tempo, dos hábitos de vida e os cuidados que recebe (ou não). Cada fase da vida constitui um novo desafio. Saiba como manter a sua pele bonita, dando-lhe aquilo de que realmente precisa.

5 passos para manter a sua pele bonita e evitar o envelhecimento precoce:

  • Ter um ritual de limpeza do rosto diário, de manhã e à noite, mesmo que não se maquilhe. O objetivo da limpeza matinal é remover os resíduos expelidos pela pele durante a noite e prepará-la para a hidratação. A limpeza à noite ajuda a pele a respirar, libertando-a da maquilhagem e poluição.
  • Aplicar um creme de dia após a limpeza matinal e, à noite, uma versão mais nutritiva. O hidratante a usar, o tipo, o estado e a idade da pele determinam a fórmula a usar, mas os gestos não mudam.
  • Usar um filtro solar mínimo de 30 no rosto e zonas mais expostas – pescoço, decote e mãos – 365 dias por ano.
  • Não fumar.
  • Seguir uma dieta saudável.

Pele bonita aos 25 anos: adiar as primeiras rugas

As primeiras marcas do tempo – as rugas de expressão – podem surgir logo aos 25 anos e constituem razões de sobra para apostar em cosméticos anti-idade, nomeadamente com antioxidantes. A zona que requer especial atenção é o contorno ocular, onde a pele é mais fina e sensível do que no resto da face. Não aplique o seu hidratante nesta zona, opte por um creme específico que poderá espalhar usando o aplicador próprio ou com o dedo anelar, fazendo pequenos toques na pele, do canto externo ao interno do olho. Para a limpeza de rosto deve escolher produtos neutros e suaves que não alterem o pH da pele e se esta for oleosa opte por cremes hidratantes fluidos ou oil free. Uma esfoliação semanal irá favorecer a regeneração cutânea, ajudando a manter a sua pele bonita.

Outras soluções:

A microdermoabrasão, que recorre a um jato com partículas de alumínio tem um efeito esfoliante e permite tratar pequenas rugas e marcas de acne, bem como doença inflamatória das glândulas sebáceas que pode manifestar-se nesta idade. Alguns tipos de peeling também são indicados.

Pele bonita aos 35 anos: reforçar a densidade cutânea

Passada a barreira dos 30, o organismo atinge a sua maturidade e os processos de renovação celular tendem a abrandar gradualmente. As rugas instalam-se, a flacidez começa a fazer-se sentir e podem também surgir manchas na pele, devido às mudanças hormonais da gravidez por exemplo. Resumindo: para manter a pele bonita é preciso escolher bons aliados e cuidados específicos. As fórmulas a usar devem combinar agentes nutritivos e emolientes, colagénio ou elastina e princípios ativos anti-idade, como os alfahidroxiácidos (conhecidos como AHAs ou como ácidos de fruta que favorecem a renovação celular e a síntese de colagénio), os ácidos de frutos ou vitamina C (também conhecida por ácido ascórbico são utilizados contra o envelhecimento da pele, combatendo os radicais livres, regenerando-a e minimizando as rugas). A proteção solar não deve ser esquecida e os cuidados de noite podem ser reforçados com um creme antimanchas, se necessário, ou um sérum rico em antioxidantes . Esfoliar o rosto ajuda a eliminar as células mortas e favorece a penetração dos cosméticos. Faça-a uma vez por semana, de preferência à noite e aplique um creme nutritivo antirrugas que irá atuar em profundidade.

Outras soluções:

Os peelings são soluções possíveis para as rugas de expressão, a par de tratamentos focados no fornecimento de vitaminas e antioxidantes à pele, que permitem reforçar a luminosidade da tez.

Pele bonita aos 45 anos: travar as rugas profundas

As alterações hormonais características desta etapa – a [glossary]menopausa[/glossary] e a quebra de produção de estrogénios – refletem-se na pele, tornando-a mais seca e frágil. Nesta fase, os cremes têm uma textura mais densa e rica já para colmatar as falhas da hidratação cutânea. Na sua composição poderá encontrar ingredientes como os derivados de vitamina A, reconhecidos pelas propriedades antirrugas e antimanchas, antioxidantes e alfahidroxiácidos (conhecidos como AHAs ou como ácidos de fruta favorecem a renovação celular e a síntese de colagénio), em concentrações mais elevadas. Para além da zona dos olhos, o contorno dos lábios começa a revelar a perda de densidade da pele e rugas. Há soluções cosméticas ricas em colagénio que reforçam a pele nesta zona e conferem um aspeto mais liso e firme. Usar óleo facial é uma boa opção para combater a secura do rosto e aplicar, periodicamente, uma máscara hidratante permite que os princípios penetrem mais profundamente na pele, nutrindo-a. Para deixar a sua pele bonita pode recorrer ainda à “cura”: um tratamento mais intensivo que implica o uso de um sérum ou creme rico em princípios ativos durante um mês, 2 a 3 vezes por ano.

Outras soluções:

Tratamentos que recorrem à luz pulsada são úteis para eliminar alguns tipos de manchas e a radiofrequência permite melhorar o colagénio e a elastina, essenciais para a preservação da firmeza.

A partir dos 55 anos: nutrir e proteger

Seca, sensível, fina e muito mais reativa, é assim a pele nesta fase da vida. Os processos de regeneração natural abrandam, a ação das hormonas esbate-se e o equilíbrio cutâneo ressente-se. Deve estar atenta às alterações que podem surgir e evitar, por exemplo, o uso de cosméticos com perfume ou ingredientes potencialmente alergénicos. A par da secura, pode surgir uma tendência para vermelhidão e aparecimento de vasos capilares na face. Usar fórmulas de limpeza e hidratação específicas para este fim permite cuidar da pele, acalmando-a e limitando as agressões.

A gama de produtos para esta faixa etária é particularmente rica em princípios ativos como os antioxidantes, retinol (forma mais pura dos retinoides, utilizado para o rejuvenescimento e tratamento das rugas) , ácido alfalipóico (poderoso antioxidante que ativa o rejuvenescimento celular), dimetilaminoetanol – DMAE (antioxidante que melhora a elasticidade e a firmeza da pele) e, para além dos benefícios na derme, inclui agentes como o ácido hialurónico (contribui para a hidratação dos tecidos cutâneos e dá volume à pele) que deixam a pele com uma aparência mais lisa, luminosa e saudável. Para manter a pele bonita e combater problemas específicos – perda de firmeza, manchas, rugas – poderá reforçar a ação dos cosméticos incorporando um sérum aos cuidados diários. A sua fórmula mais concentrada atua mais em profundidade.

Ao longo da vida, a pele é alvo de inúmeras alterações, devido a agressões externas, alterações hormonais ou ao envelhecimento do organismo. Recorrer às soluções da cosmética e das técnicas da estética, para manter a pele bonita permite preservar a sua saúde e juventude.

Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.