AdvanceCare | Astenia

Astenia

O termo astheneia deriva do grego e significa “falta de vigor”. A astenia caracteriza-se por uma sensação generalizada de debilidade e falta de vitalidade, falta de força, que se sente tanto a nível físico como intelectual e que afeta a capacidade de trabalhar ou realizar tarefas simples.
A astenia é muitas vezes provocada por stress. Por stress entendemos a resposta física e biológica do organismo a elementos agressores – no fundo, o desequilíbrio entre as solicitações que são feitas à pessoa e os recursos de que esta dispõe para lhes responder. O stress resulta de um mecanismo orgânico de reação a um evento que pode ter um impacto positivo ou negativo sobre o indivíduo.

Um stress intenso e prolongado acaba sempre por ter consequências negativas, podendo fazer surgir uma fadiga que se reflete em termos físicos e psíquicos e que vem afetar negativamente a vida do indivíduo.

A astenia pode ser de tipo funcional ou de tipo orgânico.

Causas da Astenia

Astenia Funcional:

  • Stress.
  • Ansiedade.
  • Estado depressivo.

Astenia Orgânica:

  • Doenças cardiovasculares (insuficiência cardíaca, arritmias, etc.).
  • Doenças autoimunes (lúpus, polimiosite, etc.).
  • Doenças pulmonares (enfisema, quadros infecciosos, etc.).
  • Doenças endócrinas (hipotiroidismo, diabetes, etc.).
  • Doenças musculares e neurológicas.
  • Fibromialgia.
  • Alergias.
  • Anemia.
  • Apneia do sono e narcolepsia.
  • Abuso de álcool e outras drogas.
  • Obesidade.
  • Depressão e outros distúrbios psiquiátricos.
  • Anorexia.
  • Infeções (VIH, tuberculose, entre outras).
  • Tumores malignos.
astenia

A astenia caracteriza-se por uma sensação generalizada de debilidade e falta de vitalidade, falta de força, tanto a nível físico como psicológico.

Sintomas da Astenia

Os principais sintomas são estado geral alterado, fadiga muscular, problemas de concentração e de sono, falhas de memória, perda da libido e/ou alterações do apetite. Esta falta de vitalidade não melhora com o descanso.

Astenia Funcional:

  • Estado geral alterado.
  • Fadiga muscular.
  • Estado depressivo.

Astenia Orgânica:

  • Estado geral alterado.
  • Fadiga Muscular.
  • Problemas de concentração e de sono.
  • Falhas de memória.
  • Perda de líbido e/ou alterações do apetite.
  • A falta de vitalidade não melhora com o descanso.

Tratamento da Astenia

O tratamento da astenia passa pela alteração dos hábitos de vida, sendo recomendável alterar os hábitos prejudiciais (excesso de trabalho, falta de organização, entre outros). O tratamento da astenia passa por:

  • Alimentação cuidada: fazer várias refeições equilibradas (frutas, legumes, proteínas, hidratos de carbono).
  • Beber água.
  • Ter momentos para relaxar.
  • Dormir as horas necessárias e de forma disciplinada (deitar-se e levantar-se à mesma hora).
  • Fazer exercício.
  • Apanhar sol.
  • Complementos dietéticos (complementos de vitaminas e sais minerais).
  • Organização funcional das tarefas e do dia-a-dia.
Artigo revisto e validado pelo especialista em Medicina Geral e Familiar José Ramos Osório.
Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.