AdvanceCare | Febre

Febre

Reação natural do organismo, a febre é um mecanismo para a produção de defesas contra a ação de determinado agressor, vírus ou bactéria no corpo. Consiste no aumento da temperatura corporal, normalmente situada entre os 36 e 37 graus Celsius, para valores acima dos 38 graus (temperatura axilar). Não é considerada uma doença, mas pode ser um sintoma de outras doenças, na maioria das vezes infeções benignas e autolimitadas.

Em crianças é uma reação que requer atenção redobrada, sobretudo antes dos três meses, período em que se recomenda observação médica imediata.

Causas da Febre

O aumento da temperatura corporal pode estar relacionado com várias situações:

  • Infeção (viral ou bacteriana).
  • Insolação.
  • Patologias inflamatórias como a artrite reumatoide.
  • Tumor.
  • Toma de medicamentos (antibióticos ou fármacos para regular a tensão arterial).
  • Reação comum a certas vacinas (tétano, pneumococo).
febre

A febre consiste no aumento da temperatura corporal e é, por norma, um sintoma de outras doenças.

Sintomas da Febre

  • Sudorese (transpiração excessiva).
  • Arrepios.
  • Dor de cabeça.
  • Perda de apetite.
  • Dor muscular.
  • Desidratação.
  • Sensação de fraqueza geral.

Se a febre tem mais de três dias de evolução, não cede aos tratamentos ou é mais frequente (surge a intervalos mais curtos) deve procurar um profissional de saúde. Existem outros sintomas que requerem observação médica:

  • Prostração.
  • Dificuldade respiratória ou dor no peito.
  • Manchas no corpo.
  • Vómitos ou diarreia persistentes.
  • Mal-estar geral.
  • Edema na garganta.
  • Dor de cabeça intensa.
  • Dor abdominal ou ao urinar.
  • Fraqueza muscular ou perda de sensibilidade.
  • Convulsão.

Tratamento da Febre

A febre por si só não é doença, deverá ser enquadrada com outros sintomas para que possa ser feito um diagnóstico. Regra geral, desaparece por si, mas os fármacos antipiréticos, como o paracetamol, permitem controlar os sintomas e o mal-estar. Devem ser tomados por um período máximo de três dias, sempre respeitando a dosagem (peso/idade) e os intervalos de toma.

No caso de crianças com menos de três meses de idade é importante recorrer ao pediatra , para despistar outras patologias ou infeções potencialmente graves.

Há pequenos gestos que ajudam a baixar a temperatura em caso de febre:

  • Repouso.
  • Ingerir bastante água para combater a desidratação.
  • Manter um ambiente fresco, reduzindo as fontes de calor.
  • Vestir roupa mais leve, usar roupa de cama menos quente.
  • Tomar um banho com água tépida.
Artigo revisto e validado pelo especialista em Medicina Geral e Familiar José Ramos Osório.
Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.