Seguro de saúde, Plano de Saúde, Cartão de Saúde, Cartão de Medicina Dentária, Cartão Dentário, Plano Saúde Oral

AdvanceCare | Usos e benefícios dos óleos essenciais

Usos e benefícios dos óleos essenciais

Óleo essencial é obtido de uma planta ou partes por destilação ou por processo mecânico apropriado sem aquecimento. Tecnicamente, este produto não é óleo, porque não contém ácidos gordos, mas concentrações elevadas dos componentes das plantas. Este produto é muito usados nas áreas farmacêutica, terapêutica e cosmética. Pode auxiliar na prevenção e no combate de sintomas de algumas doenças, como dores reumáticas e musculares. Melhora a digestão e o apetite. Estimula o sistema nervoso e a energia.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) calcula que 80% da população mundial utilize plantas aromáticas e medicinais (PAM) em cuidados básicos de saúde. Os óleos essenciais podem, por exemplo, ajudar a relaxar e dormir, a melhorar a digestão e até o aspeto da pele. A aromaterapia é a forma de tratamento incluída no grupo das medicinas alternativas reconhecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que recorre aos óleos essenciais (de origem vegetal) para tratar problemas físicos e emocionais.

Como se aplicam?

Os óleos essenciais são aplicados maioritariamente por via externa, sob a forma de massagens, banhos aromáticos ou por inalação. Os seus efeitos no organismo são possíveis graças a sua lipossolubilidade, que permite a entrada na corrente sanguínea por via transcutânea.

Massagem - Permite uma absorção do óleo essencial ao nível dos poros e estimula a corrente sanguínea. Aconselhada no alívio da tensão muscular e na eliminação de toxinas. Neste método os óleos essenciais são diluídos num óleo vegetal, também conhecido por óleo transportador. Nunca se deve aplicar o óleo essencial puro sobre a pele - usar, no máximo, 10 gotas de óleo essencial por cada 100 ml de óleo de base.

Banho aromático - Útil no tratamento de dores musculares, estados depressivos ou de stress, insónias, problemas das vias respiratórias e da pele, entre outros.

Inalação - O olfato está na base de muitas ações recebidas pelo organismo. A psicoaromaterapia (um ramo da psicologia) estuda a influência dos odores na mente, explicando muitos dos efeitos obtidos com a administração dos óleos essenciais por esta via. Em difusores e purificadores de ar, empregar 7 gotas por cada 500 ml de água.

Banho de imersão de pés (escalda-pés) - Útil nos casos de insónia, congestão, dores de cabeça, gripe e resfriados, entre outros.

Gargarejos ou bochechos – Para o tratamento de úlceras na mucosa bucal, dores de garganta e outros problemas inflamatórios da orofaringe.

6 óleos essenciais que vai querer ter perto de si

Alguns óleos essenciais são muito conhecidos pelas propriedades medicinais: o óleo de cravo-da-Índia é um analgésico muito poderoso e a lavanda serve como antisséptico. Conheça outros óleos essenciais que deve ter.

Árvore do chá: o óleo essencial de árvore do chá, também conhecido por tea-tree, é reconhecido pela comunidade científica internacional pelas suas propriedades antisséticas, antivirais, fúngicas, bactericidas, germicidas e cicatrizantes. Usado em difusores para aromaterapia contribui para o alívio das vias respiratórias.

Lavanda: os seus extratos sob a forma de óleos essenciais são reconhecidos pelas suas propriedades antissépticas, analgésicas, cicatrizantes, anti-inflamatórias, anti-parasíticas. Sabia que o aroma da lavanda pode reduzir os níveis das hormonas do stress no sangue?

Calêndula: o seu óleo essencial, ideal para a pele sensível, é usado para reduzir a aparência de cicatrizes da acne. Diluído na agua do banho trata a pele com psoríase. Um estudo recente comprovou os seus efeitos na proteção da pele contra os efeitos da radiação ultravioleta emitida pelo sol.

Camomila: vários estudos referem que a camomila é útil no tratamento de várias doenças do foro digestivo (inflamação da mucosa gástrica, digestões lentas e flatulência), do aparelho respiratório, do sistema nervoso central (pela ação sedativa e relaxante) e em problemas cutâneos (inflamação da pele e protetor do tecido cutâneo).

Hortelã-pimenta: O seu óleo essencial é ideal para quem sofre da síndrome do intestino irritável, caracterizado por dores abdominais e dispepsia. Funciona também como auxiliar da digestão ao diluir algumas gotas em água.

Olíbano Frankincense: o óleo Essencial de Frankincense (Boswellia Carterii), também conhecido por olíbano ou incenso, e reconhecido pelo seu valor antisséptico, adstringente, carminativo, cicatrizante, digestivo, diurético, emenagogo, expetorante, sedativo e tónico. Tem sido muito estudado na prevenção do cancro da pele.  

Precauções a ter na utilização de óleos essenciais

O cuidado a ter com os óleos essenciais deriva do seu elevado grau de pureza.

- Nunca aplique um óleo essencial puro sobre a pele pois pode provocar irritações severas ou alergias graves.

- Evite a exposição solar (sobretudo com óleos derivados de citrinos), depois de aplicar um óleo essencial (na sua forma diluída)

- O uso de óleos essenciais de forma indiscriminada e sem acompanhamento de um especialista pode levar a hepatotoxicidade. Da mesma forma, a ingestão de óleos essenciais carece sempre de aconselhamento médico.

- Não se devem usar óleos essenciais em animais uma vez que há registos de toxicidade hepática e dérmica, sobretudo em gatos.

- A aplicação de óleos essenciais deverá ser sempre feita através de um óleo de base, neutro. São exemplos, o óleo de amêndoas doces, o óleo de girassol e o óleo de semente de uva.

- Não devem ser usados por mulheres grávidas (a ingestão de quantidades tão diminutas como 0,5 ml de alguns óleos pode induzir aborto) e pessoas que reportem episódios de epilepsia.

- Os óleos essenciais são inflamáveis. Em condições de utilização (exemplo produção de sabonetes, utilização em SPA ou zonas similares), nunca aproximar de fontes de calor e/ou fontes incandescentes.

Além dos benefícios físicos e emocionais quando utilizados na aromaterapia, os óleos essenciais também possuem aplicações medicinais excepcionais. Possuem uma ampla gama de propriedades curativas como estimular a regeneração celular, aliviar as dores e equilibrar as disfunções emocionais. Os óleos essenciais são poderosos aliados no encontro de uma melhor qualidade de vida e bem-estar.