Seguro de saúde, Plano de Saúde, Cartão de Saúde, Cartão de Medicina Dentária, Cartão Dentário, Plano Saúde Oral

AdvanceCare | Como eliminar a celulite?

Como eliminar a celulite?

A celulite é um problema que afeta a grande maioria das mulheres. Apesar de não se tratar de uma doença, o conhecido efeito “casca de laranja” é inestético, afetando a autoimagem feminina. Saiba quais as principais causas da celulite, como preveni-la e de que formas podemos eliminá-la.

A celulite é um problema que atinge 95% das mulheres. Apesar de não representar uma condição médica grave, é inestética e tem um impacto negativo na autoestima feminina.

Comumente definida como efeito “casca de laranja”, a celulite consiste no aparecimento de ondulações na pele, o que lhe dá um aspeto acolchoado.

Porque surge a celulite

Cientificamente, este problema resulta da acumulação de gordura nos adipócitos (células que armazenam e eliminam gordura), que surge quando estas células deixam de expulsar a gordura, comprimindo a microcirculação e dificultando o processo de drenagem. O resultado é a retenção de líquidos e toxinas. Em simultâneo, as ligações entre as fibras tornam-se mais rijas e perde-se elasticidade, o que leva a que textura da pele se altere. Este problema começa na hipoderme, a camada mas profunda da pele, mas só se torna visível quando atinge a epiderme.

Quem é mais afetado

O efeito “casca de laranja” é um problema que afeta sobretudo mulheres, especialmente na adolescência e na idade adulta. No sexo feminino, a gordura acumula-se mais nas coxas, ancas, glúteos, nádegas e braços, sendo as áreas mais propícias ao aparecimento de celulite.

A celulite pode ser mais ou menos grave, o que vai condicionar o tipo de tratamento a aplicar. Em casos menos graves só é possível ver a celulite quando a pele é comprimida, no entanto, em situações mais graves observam-se ondulações e covas na pele. O peso pode tornar a celulite mais visível mas, mesmo pessoas mais magras podem tê-la, já que existem vários fatores que favorecem o aparecimento da “casca de laranja”, tais como:

  • Predisposição genética.
  • Fatores hormonais (principalmente na puberdade e na menopausa).
  • Má circulação.
  • Stress.
  • Alimentação desequilibrada.
  • Estilo de vida sedentário.
  • Idade (devido à perde de elasticidade da pele).
  • Oscilações de peso.

Como eliminar a celulite?

Antes de decidir que tipo de tratamento efetuar é importante fazer uma avaliação para perceber qual o grau do problema e identificar as causas. Para isso, o melhor é consultar um especialista que poderá definir qual o melhor tratamento para o seu caso. Existem dois tipos de tratamentos para combater a celulite:

  • Cremes lipoativos que atuam diretamente sobre as células adiposas (gordura) para eliminar a celulite localizada. Usualmente utilizados para casos menos graves de celulite e para manutenção de outros tratamentos.
  • Tratamentos estéticos, mais ou menos invasivos, consoante o grau do problema. Nomeadamente, velasmooth, mesoterapia, endermologia LPG, entre outros. Estes tratamentos são utilizados nos casos em que o aparecimento de celulite é mais acentuado.

Tratamentos estéticos que poderão ajudar a combater a celulite:

Velasmooth

A combinação da radiofrequência com os infravermelhos permite trabalhar o tecido adiposo (células que armazenam energia na forma de gordura). O facto de atuar abaixo da derme faz com que estimule o organismo a criar o seu próprio colagénio, evitando assim a flacidez e dando um aspeto mais firme e jovem à pele.
Número de sessões: Em média são necessárias 10 sessões.
Contraindicações: Este procedimento não é indicado para pessoas com doenças oncológicas, cardiopatias, derrames e varizes, grávidas e quem esteja a amamentar.
Efeitos secundários: Não são conhecidos.

Mesoterapia

Consiste na aplicação de microinjeções ao nível intradérmico de e substâncias de origem natural. Estas injeções estimulam a microcirculação e a drenagem linfática, regenerando o tecido e contrariando a retenção de líquidos e reduzindo a gordura armazenada.
Número de sessões: Em média são necessárias 10 sessões.
Contraindicações: Não podem realizar este tratamento hipertensos, grávidas e quem esteja a amamentar.
Efeitos secundários: Não apresenta efeitos secundários.

Endermologia LPG

Esta é uma técnica indolor que atua de forma a recuperar a circulação sanguínea e linfática através da combinação de sucção e ação de dois rolos monitorizados simultaneamente. A microcirculação e oxigenação melhoram e promovem a eliminação gradual da celulite.
Número de sessões: Em média são necessárias 10 sessões.
Contraindicações: Não podem realizar este tratamento grávidas e quem esteja a amamentar.
Efeitos secundários: Não são conhecidos.

Conselhos para prevenir o aparecimento da celulite:

  • Evitar o consumo de alimentos ricos em gorduras, como salgados, fritos e doces.
  • Ter uma alimentação equilibrada, privilegiando o consumo de legumes.
  • Evitar o sal.
  • Beber dois litros de água por dia.
  • Reduzir o consumo de bebidas gaseificadas, alcoólicas ou com cafeína.
  • Praticar exercício físico de forma regular.
  • Não usar vestuário apertado.

A inestética celulite é um problema que afeta muitas mulheres. Resultado de diversos fatores, nem sempre é fácil eliminá-la. Uma alimentação equilibrada e a prática de exercício físico são elementos essenciais para lutar contra o efeito “casca de laranja”. Mas hoje existem diversos tratamentos que podem ajudar a combater este problema. Antes de se decidir por qualquer tratamento deverá consultar um especialista que analisará o seu caso, aconselhando-a sobre qual será a melhor solução.

Conteúdo revisto pelo Conselho Científico da AdvanceCare.
A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde, nem a consulta de um médico e/ou especialista.