O poder da água

A par do oxigénio, a água é muitas vezes chamada “o nutriente silencioso,” um elemento fundamental da vida. No entanto, por vezes, no nosso dia a dia não bebemos água suficiente. Veja qual a importância deste elemento para ter uma vida saudável.


untitled-2


É possível viver durante semanas sem comida, mas só alguns dias sem água. O equilíbrio de água no corpo é regulado por um mecanismo controlado sensitivamente, que dá a origem à sede. Os rins desempenham um papel vital no equilíbrio dos níveis de água, conservando-a ou libertando-a segundo as necessidades. A água atua como um solvente, líquido refrigerante, agente lubrificante e de transporte. O volume de água no corpo varia com a gordura do corpo. A percentagem de água sobre o peso do corpo, é mais alta em indivíduos magros devido às características da água no tecido gordo. Além de conservar estável a temperatura corporal, a água transporta nutrientes, elimina toxinas e produtos inúteis, mantém o volume do sangue e fornece o ambiente no qual as reações químicas celulares se realizam. O nosso corpo tem três fontes de água:

  • O fluido que se bebe.
  • O conteúdo de água na comida ingerida.
  • O metabolismo de proteína, carbonatos e lípidos.

Mesmo quando se está inativo, o corpo perde água, por exemplo, na urina, pela transpiração e movimentos de intestino. Cada vez que se respira, perde-se vapor de água que chega a um ou dois copos por dia. O volume de água necessário varia de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como o clima, a atividade diária, se se pratica ou não desporto. Por exemplo, o exercício físico intenso em tempo quente, pode causar a perda de água em excesso. As perdas devem ser repostas de forma a prevenir a desidratação séria. A sede nem sempre é um bom indicador da necessidade do corpo por água. É importante beber água regularmente, mesmo se não se sentir com sede. Isto é especialmente verdadeiro nos idosos, porque a sensação da sede fica mais debilitada no indivíduo mais envelhecido. Igualmente, a desidratação severa, pode anular a sensação de sede.

Tenha o cuidado de se manter hidratado sempre que pratique atividades físicas mais intensas. Você não necessita de bebidas enérgicas, a menos que faça exercícios físicos muito extenuantes. Essas bebidas contêm açúcar ou sumos de fruta e eletrólitos (principalmente sódio e potássio). Mas para a maior parte de nós, a água comum é perfeita. Se a sua dieta for alta em fibra, proteína ou sal, aumente a sua entrada fluida. Lembre-se, o fluido vem por várias formas, inclusive na comida sólida onde também há água. Muitos frutos, verduras e as sopas são equivalentes a pelo menos, 80 por cento do consumo diário de água. É possível, mas bastante raro, uma pessoa beber água em quantidade tal que seja passível de acusar toxicidade. Mesmo quando se bebe uma grande quantidade de água, não existe qualquer perigo de perda de nutrientes do seu corpo assim como o inverso também não sucede. Não existe associação calórica. Os nutrientes são dissolvidos na água e absorvidos na corrente sanguínea até ao trato digestivo, muito antes da água ser excretada através dos rins.

A água é um elemento fundamental no bom funcionamento do organismo, por vezes relegado para segundo plano. O consumo adequado de água tem cada vez mais que constar das rotinas diárias de todos, especialmente crianças e idosos.

Este artigo foi útil?

Conselho cientifico

Conteúdo revisto

pelo Conselho Científico da AdvanceCare.

A presente informação não vincula a AdvanceCare a nenhum caso concreto e não dispensa a leitura dos contratos de seguros/planos de saúde nem a consulta de um médico e/ou especialista.

Downloads

Consulte os nossos guias para hábitos saudáveis:

Sympton Checker

Utilize a nossa ferramenta de diagnóstico de sintomas.

Programas AdvanceCare relacionados

Artigos relacionados